terça-feira, 7 de julho de 2009

LINDA ROSA JUVENIL

Rosa - vermelho sangue
Rosa - vermelho ferrugem
Rosa - pink
Haviam lhe dado aquele nome porque a mãe assim o sonhara durante uma noite de sono profundo. A mãe daquela princesa era apaixonada por noites de Lua. Acostumara-se a celebrar bons momentos e a amizade em “luais”, brindados com vinhos e champagnes e sempre cercada de amigos, poesia, música.
De tanto que gostava de admirar a lua, um dia sonhou que “Luna” seria o nome perfeito, cheio de bons fluídos e significados positivos para sua filha, herdeira de seu mais rico amor.
Desde que Pincesa Luna chegara ao Reino do Amor, tudo florescera ao redor e apesar do nome, Luna era sol e era também uma flor! Sua mãe sempre fora uma prendada e dedicada fazedora de “fofisses”. Seu pai, um talentoso apanhador de luz. E Luna não poderia ser outra coisa senão, uma princesa que semeava luz, graça e beleza por onde passava.
Havia sempre um gesto doce e um ar de curiosidade naquela pequena princesa. Passava os dias a observar a dedicação da mãe sempre debruçada sobre panos, papéis, lápis, linhas e livros. A mãe criava a cada dia o mundo delas com suas mãos... às vezes criava dias com sol, outras vezes, com chuva, mas procurava sempre colorir com flores as janelas da casa.
Um dia, a princesa pensou que podia ela mesma desenhar a flor mais linda do mundo para dá-la de presente a sua mãe. Mal sabia ela que para a Rainha daquele reino, a flor mais linda do mundo era também mágica, porque podia se transformar no que quisesse: lua, sol, artista, estrela e até flor de verdade. Mas Luna sem saber que era a própria flor mágica de sua mãe, desenhou em um papel real a flor que ela julgara a mais bonita de todo o Reino e a deu de presente para a sua mãe dizendo “para que você a faça ser de verdade para enfeitar a vida das pessoas”. A mãe, que também era uma fada e que tudo que tocava transformava com sua varinha mágica, tratou de obedecer os pedidos da filha e então, fez nascer uma linda rosa que seria para sempre jovem e delicada, destinada a enfeitar com alegria as moças mais especiais daquele reino cheio de amor e ternura.*
*Dedicado a minha filha "Luna", meu sol, minha estrela, minha flor. A idéia original desta bolsa é mérito todo dela.

Detalhes: bolsa de mão, confeccionada em veludo; estruturada em nylon esponjado e forrada com faylette com estampa de corações. Fechamento em zíper.

4 comentários:

Fabíola disse...

Nossa! Adorei!!! Muito linda... e super original! Já to paquerando...

Pomar disse...

Oi Fa, que bom receber a sua visita. Ah, eu acho que tem coisas que são especiais pela atmosfera em que são criadas. É o caso desta coleção e desta bolsa, em especial. Eu não poderia deixar de reeditá-la para a coleção Amores.
Obrigada pela visita.
bjs,
Sil.

paula brito disse...

poxa super original mesmo
kero uma

Renata e Fernando Segtowick disse...

Que lindo texto! E que linda bolsa! Amei...
Está de parabéns.
Um beijo grande
Renata Segtowick